quarta-feira, 6 de fevereiro de 2013

PREGA A PALAVRA

Estudo Textual: 2 Timóteo 4:1-22 Prega a Palavra Cumpre o ministério (4:1-8). Nestas cartas para Timóteo, Paulo tem enfatizado a importância da pregação da sã doutrina (veja 1 Timóteo 1:3-7, 18-20; 4:1-3; 6:3-5; 2 Timóteo 1:13; 3:1-9). Este serviço é para Deus e não para homens, pois Deus é quem julgará a todos (4:1). Portanto, observemos algumas considerações importantes do trabalho de evangelista: "Prega a palavra" (4:2): deve-se pregar a palavra de Deus, e não as idéias dos homens. Somente a palavra de Deus é suficiente para corrigir, repreender, e exortar pessoas para salvação (veja 2 Timóteo 3:16-17). "Quer seja oportuno, quer não" (4:2): por causa da certeza do julgamento de Deus, ser pregador do evangelho da salvação é um trabalho de urgência (veja Atos 17:30-31). Portanto, o evangelista deve pregar a palavra em todo lugar e sob todas as condições. "Pois...não suportarão a sã doutrina" (4:3-5): é necessário sempre pregar a verdade do evangelho justamente porque muitos não a pregam. Alguns procuram atualizar o evangelho para que este seja mais agradável aos ouvintes. A Bíblia, porém, ensina que a palavra de Cristo julgará a todos no último dia (veja João 12:48), e que qualquer mudança trará somente a condenação (2 João 8-11). A vida de Paulo é um exemplo notável deste trabalho. Encarando a certeza de sua morte (4:6), ele reflete com confiança sobre seu serviço ao Senhor. Combateu o bom combate, completou a carreira e guardou a fé, exatamente como ensinou Timóteo a fazer (4:7; veja 1 Timóteo 1:18; 2 Timóteo 2:3-7; 1:13-14). Todos aqueles que amam a vinda de Cristo estarão se preparando e preparando outros, com a pregação do evangelho puro, para que possam receber o galardão de Deus (4:8). Considerações finais (4:9-22). Paulo mostra seu desejo de ver Timóteo e diz que todos, exceto Lucas, foram embora (4:9-11, 21). Alguns foram pregar em outros lugares (4:10-12). Outros abandonaram Paulo na sua hora de aflição (4:10,16). Antes, Paulo chamou Demas de "cooperador" (Filemom 24), mas agora, vê que os interesses dele são do "presente século" e não das coisas do Senhor (veja 2 Timóteo 2:4). Alexandre resistiu fortemente à palavra que Paulo pregava (4:14-15). Mesmo assim, Paulo não desfaleceu, porque o Senhor permaneceu fiel (4:17-18). Se o nosso foco for o Senhor e a sua palavra, o trabalho do evangelho sempre continuará. A carta termina com a tradicional troca de saudações entre irmãos fiéis (4:19-21), e com os desejos de Paulo pela graça e a presença do Senhor para com Timóteo (4:22). O amor do Senhor e dos servos fiéis deve motivar o evangelista a pregar para que outros possam se converter a Deus. Perguntas para mais estudo: Por que há tanta necessidade de pregar a verdade de Deus? (4:1-5) Quem é que pode receber "a coroa da justiça"? (

PROJETO SEMEAR SP


PROJETO SEMEAR SP