sexta-feira, 31 de dezembro de 2010


A Paz do Senhor,
primeiro quero agradecer pelo link do blog, que Deus continue abençoando grande e poderosamente esse trabalho que é uma grande benção !
e em segundo,rs
quero desejar ao pastor, a sua família e a todos de quartel geral um feliz natal atrasado, rs
e um abençoado ano novo . Repleto de mtas bençãos, lutas e grandes vitórias !
que Crsto Jesus os abençoe sempre,
que esse ano de 2011 seja um ano de mto trabalho na presença do Senhor,
mtas alegrias, e mta amizade ! Pois considero o pastor como irmão e amigo !
oro sempre por vcê e peço vossa oração, ja q o inimigo tem se levantado fortemente
são tormentas que eu nem imaginava passar, mas Deus tem dado vitória ...
assim como creio que tem dado vitória ao pastor por ai tambem!
fico por aqui, deixando um forte abraço
e um desejo de um feliz ano novo !
Que Deus o abençoe hoje e sempre !!!

patricia galvao assembleia de Deus jd santa tereza sp

AGRADECIMENTOS


AGRADEÇO A DEUS E A TODOS AMIGOS E IRMAOS QUE ORARAM E ORAM PELO PROJETO SEMEAR..FOI UM ANO DIFICIO DE MUITAS LUTAS E DESAFIO SEM LIMITES MAS DEUS ESTEVE PRESENTE EM TODOS OS MOMENTOS DA NOSSA VIDA(ISAIAS 45.2-7)NO INICIO DO ANO ATÉ O FIM DELE ,DEUS NOS AJUDOU NESSA JORNADA ,ESPERAMOS QUE EM 2011 NAO SEJA DIFERENTE O PROJETO SEMEAR SEM DUVIDA FOI UM PROJETO DE DEUS PARA QUARTEL GERAL MG..

OBRIGADO AMIGOS ,,OREM E DIVULGUE ESSE TRABALHO
FELIZ 2011 A TODOS !
PASTOR LUIZ CARLOS SANTOS

PROJETO SEMEAR 2010

PROFETA NOVO E PROFETA VELHO


Jovem Profeta e o Velho Profeta - 1 Reis 13


S
Deus envia um profeta de Judá para Israel onde ele entregaria uma mensagem profética poderosa de livramento acompanhada por um sinal supernatural. O rei pecador de Israel tenta capturar o profeta, mas Deus intervém de novo de forma supernatural para proteger o jovem profeta que então ora para que o rei seja curado. O rei oferece hospitalidade e um presente, mas o jovem profeta não aceita, porque Deus assim o tinha ordenado a não comer ou beber enquanto estivesse em Israel, nem retornar pelo mesmo caminho. Um profeta estabelecido em Betel ouve sobre tudo isto de seus filhos e sai para encontrar o jovem profeta. Assim que o encontra o convida para uma refeição mas, de novo, ele recusa devido à ordem do Senhor. Mas o velho profeta o seduz com uma mentira, fingindo ter recebido um revelação supernatural e assim o jovem profeta aceita o convite.
Enquanto estavam à mesa, a palavra de Deus vem ao velho profeta, mas é uma palavra de julgamento sobre o novo profeta por ter desobedecido a Deus. Depois da refeição o jovem profeta sai para voltar pra casa, mas é atacado e morto por um leão. Quando o velho profeta fica sabendo disto, ele encontra o corpo e o traz para sua casa e chora pela perda do seu irmão e afirma que a palavra de libertação dada pelo jovem haveria de acontecer.
Introdução
Na minha primeira visita ao Brasil em outubro/1995, ouvi esta passagem sendo pregada no contexto da geração nova com a mais velha. Sabia então que Deus estava me mostrando algo importante, pois apenas algumas semanas antes, numa reunião de uma rede nacional de igrejas no Reino Unido, estávamos olhando a mesma passagem e entendemos que o propósito de Deus era para que a nova e a velha geração trabalhassem juntas no Seu Reino, para amar, apreciar e suportar uma a outra.
Quando ouvi o Paulo Júnior e o Marcos pela primeira vez no Reino Unido, Deus tocou-me profundamente quando eles disseram "nós somos seus filhos e netos espirituais". Entendi que já havia uma ligação entre nós em espírito e, por causa disto, nós tínhamos que estabelecer esta ligação de uma forma real entre as nossas vidas no Reino de Deus. Deus estava chamando a jovem igreja profeta do Brasil e a velha igreja profeta do Reino Unido para trabalharem juntas de uma forma nova como parte do Seu propósito para trazer um novo romper tremendo pra o Seu reino aqui. Quaze cinco anos depois eu ainda acredito nisto de forma apaixonante.
Entretanto, o relacionamento entre o jovem e o velho raramente vai em frente e se adicionarmos a diferença de cultura isto piora ainda mais. Nesta passagem eu acredito que existe uma palavra de Deus para todos nós, sendo jovens ou velhos! Quero revelar algo do que Deus tem colocado no meu coração e, de uma forma ousada, para a jovem igreja profeta do Brasil, uma vez que estou nesta nação hoje. Talvez haverá uma outra oportunidade para focalizarmos na palavra para a velha igreja profeta do Reino Unido.
1. Não nos deixe
Esta lição não é realmente necessária porque, diferente do jovem profeta na estória vocês vieram e procuraram pelo profeta velho. Nós não sabemos porque isto não aconteceu na passagem - talvez a palavra do Senhor nunca teria sido entregue se isto tivesse acontecido. Mas deixe-me clamar para com vocês, mesmo se sentirem algo super urgente do Senhor não nos deixe. Unidade e parceria foram palavras chaves quando vocês vieram para compartilhar conosco - sejam determinados em viver disto pra frente.
2. Entender que não é fácil para o velho receber o ministério do novo
Vocês podem tão somente responder "nós já aprendemos isto!" Tenho uma profunda tristeza de que tão poucos no Reino Unido realmente pegaram a visão do Go to the Nations (Ide às Nácões) da qual creio firmemente que é de Deus e para o nosso bem. Isto é ainda mais fortalecido quando vejo algumas das dificuldades e sofrimentos pelos quais muitos brasileiros estão passando para seguirem esta visão. Alguns de vocês pagaram um alto preço por serem obedientes a Deus tanto pessoalmente quanto pela igreja. Mas eu gostaria de suplicar a vocês, não desistam! Nós precisamos de vocês e de tudo que Deus quer trazer para nós através de vocês, mesmo quando nós não mostramos interesse em recebê-los ou apreciá-los.
Esta passagem não nos diz porque o velho profeta resolveu mentir para enganar o novo. Mas sabemos porque é difícil receber alguma coisa do jovem - orgulho e inveja podem invadir suas mentes; ressentimento a Deus e a geração mais nova podem estar presentes pois parece que Deus preferiu os novos e não nós; talvez mesmo o medo de que Deus tenha tirado sua unção de nós de uma vez por todas. Por favor entendam - as coisas não mudaram, nunca foi fácil para o velho aceitar que Deus tenha escolhido o jovem para entregar uma palavra dEle. Isto pode demorar mais do que vocês pensam, mas eu creio que vocês estão carregando uma unção que pode quebrar e destruir todas estas barreiras.
3. Permaneçam verdadeiros à Palavra que o Senhor primeiro lhes deu
Quando vocês vieram para o Reino Unido Deus lhes deu o espírito e postura corretos, juntos com um número de sinais proféticos. Estas são armas poderosíssimas para romper nossa resistência. Deixe-me lembrá-los de algumas delas:
a) A humildade que quebra nosso orgulho
Palavras de um missionário brasileiro do GttN: "Não viemos para ensiná-los coisa alguma, mas para lembrá-los das coisas que vocês nos ensinaram. Quando queremos saber o que fazer, nós lemos os seus livros."
Esta humildade desafia e quebra nosso orgulho e nos abre para receber o que Deus está trazendo através de vocês.
b) As primeiras Palavras Proféticas que Deus deu para o Reino Unido
Filho Pródigo e o Irmão mais Velho - Lucas 15
Isaque reabrindo os poços que seu pai Abraão tinha aberto - Gênesis 26:18
Aqueles que semeiam com lágrimas colherão com canções de alegria - Salmos 126:5-6
Você perdeu seu primeiro amor - Apoc. 2:14
Estas palavras carregam o poder de cortar os nossos corações, especialmente quando compartilhadas com um espírito humilde. Deus vai e tem dado a vocês muitas outras palavras boas e úteis que tem sido compartilhadas conosco, mas não se esqueçam ou negligenciem estas primeiras palavras proféticas. Elas são poderosas. Se possível deixe que todos aqueles que estão vindo para o Reino Unido como parte da visão do GttN ouvir e viver nestas palavras.
c) A Visão pela Unidade / Relacionamento em nome deles mesmos
Palavras de um missionário brasileiro do GttN: "Nós ouvimos muito sobre rede de trabalho aqui no Reino Unido. Mas vocês precisam ser uma rede antes de trabalhar como tal."
Fomos muito abençoados como unidade na igreja no Reino Unido. Em muitos lugares agora é fácil trazer igrejas juntas para adoração ou para trabalhar juntas num projeto evangelístico. Mais e mais líderes e outros estão se ajuntando para orarem. Mas ainda existe o problema de ver o valor ou importância disto apenas quando estamos juntos. Por favor, não se contaminem com nossa doença, mas estabeleça a unção de vocês!
d) A Expressão do Amor e Unidade na Comunidade
Palavras de um missionário brasileiro: "Não existe teologia no amor".
Você pode imaginar o poder e o desafio desta afirmação para uma nação que tem desenvolvido teologias que tem colocado o amor a parte, até justificando a divisão, separação e ódio entre os irmãos em nome do Senhor? Uma nação como esta precisa ver este tipo de amore em ação para entender o que esta palavra significa.
Quando os primeiros Brasileiros vieram e passaram algum tempo conosco, vocês não só trouxeram a mensagem, vocês se tornaram a mensagem (baseado em João 1:14). Vocês encarnaram o amor do qual estavam falando. Onde palavras apenas não poderiam romper, pudemos ver vocês se relacionando uns com os outros e nos trazendo juntos nestes relacionamentos foi uma demonstração desta mensagem. Ainda precisamos desta demonstração.
Assim eu suplico, não percam estas raízes relacionais, especialmente uns com os outros aqui no Brasil. Se estão muito ocupados para um relacionamento é sinal que estão ocupados demais! Nós somos especialistas nisto. Mas por causa disto nós também podemos sentir se um relacionamento não está sendo mantido no coração. Um dos aspectos mais desafiadores desta demonstração original da visão foi ver líderes de Igrejas Brasileiras diferentes, com diferentes teologias, práticas e costumes trabalhando juntos em amor. Por favor, não percam esta dinâmica. Protejam isto a todo custo. É muito melhor fazer pouco junto do que muito sozinho - temos visto que amor em ação que é a mensagem (João 17).
Lutamos muito com o termo "relacionamento", podemos inclusive transformá-lo num projeto para nos auto-proteger de sermos machucados ou controlados. Podemos tentar definir os parâmetros de amor a então justificar a nossa quebra de relacionamentos se outros não atendem os nossos critérios. Precisamos ser desafiados pelo tipo de amor em ação que vocês primeiramente demonstraram, um amor que também alcança os outros inclusive nós mesmos.
4. Um aviso final
Os eventos de 1 Reis 13 tem um final trágico. Como disse antes, existe, eu creio, uma palavra do Senhor nesta passagem para o velho profeta também. Se nós não respondermos rapidamente, poderemos matar o jovem profeta - se não literalmente, então poderemos matar sua visão, entusiasmo com os quais vocês levam esta mensagem. Só quando isto aconteceu que o velho profeta reconheceu que ele e o jovem profeta eram irmãos.
Conclusão
Deus deu a Sua igreja um imensa tarefa - a evangelização do mundo. Mas Ele também nos disse como fazer isto em João 13:34-35 e João 17:21:
"Novo mandamento vos dou: Amai-vos uns aos outros. Como eu vos amei a vós, assim também deveis amar uns aos outros. Nisto conhecerão todos que sois meus discípulos, se vos amardes uns aos outros.
Para que todos sejam um, com tu, ó Pai, o és em mim, e eu em ti. Que eles tam'bem sejam um em nós, para que o mundo creia que tu me enviaste."
Eu creio que estamos vivendo um tempo da graça de Deus quando, como a jovem igreja profeta do Brasil e a velha igreja profeta do Reino Unido, nós podemos reconhecer nossa irmandade, andar e trabalhar eficientemente juntos. Creio que isto foi o que Deus disse a vocês para virem nos procurar e achar ao invés de simplesmente se omitirem. Existe esperança, existe um Deus que concede oportunidade diante de nós para trabalharmos juntos em parceria para fazermos nossa parte no cumprimento da Grande Comissão. Por isto, não desistam - sinto muito por sermos tão lentos para entendermos e recebermos vocês, mas creio que vocês tem a unção de Deus e as ferramentas proféticas para ver a visão da parceria entre o velho e o jovem realizada.

ANO NOVO VIDA NOVA


ANO NOVO, VIDA NOVA!

Fim de ano chegando, o ano novo já está ai. E nós, nos deparamos com aquela retrospectiva das nossas vidas. Estamos diante de todas as situações que se passaram neste ano. Talvez as situações de decepção e tristeza estiveram mais presentes do que as alegrias, talvez as lágrimas tenham sido mais constantes do que os sorrisos, mas mesmo assim o ano chega ao fim.

E o que de bom você traz, o que você fez de diferente neste ano? Se a sua resposta foi nada, se você não fez nada de novo, se você acha que nada que você fez foi produtivo e se você ficou o ano todo parado, não se preocupe, talvez você não seja o único a ter vivido assim neste ano.

Olhar a vida passar por nossos olhos e não vivê-la não é algo incomum, mas também não é normal. Perder o vestibular por que estudou pouco, apostar tudo no novo grupo de oração, na comunidade que você achou maravilhosa, mas que depois não te bastou. Se decepcionar com o melhor amigo, acabar com aquele namoro com o cara, ou a mina que você achava que era a pessoa da sua vida. Você mudou do bairro que você morava há 15 anos, e não conhece ninguém. Todas essas situações são muito estranhas e constrangedoras, mas pior seria se você ficasse o tempo todo trancado no seu quarto vendo, não; quero dizer: não vendo a vida passar.

Acho que chegou a hora de abrir-se ao novo, mudar um pouco. Ano novo, vida nova. Talvez aquela mina da sua vida, o cara dos seus sonhos, foi aquele que você conheceu, e que vocês trocaram os telefones, mas nunca ligou pra ele (ela). Talvez se você se empenhasse em pelo menos abrir a janela do seu quarto para ver o sol, falar com o vizinho que mora no apartamento ao lado, dar um bom dia, um “como vai”?

Solidão é algo que cultivamos. E ser excluído, sentir que as pessoas não lhe querem dói, mais dói muito. Se pelos outros se sentir abandonado já é ruim, imagine por ser abandonado por você mesmo. Não, não cultive isso na sua vida.

Você não pode esperar o novo chegar, você tem que correr em busca deste novo, buscar aquilo que vai chegar, perseguir aquilo que Deus escolheu pra você (1). Se você acha que nada de bom aconteceu com você, talvez tenha sido por que você não foi atrás, não bateu, não procurou (2). E quer saber, Deus tem muita coisa boa guardada pra você. Saia do seu canto mexa-se, ACORDE. Da mesma forma como Jesus ordenou aquele jovem que ia sendo carregado para ser enterrado, ele ordena a você: “Jovem eu te ordeno levanta-te” (3). Vai viver a sua vida, será que nada que você viveu nesse ano foi bom?

E toda essa dor e esse sofrimento, será que não serviu pra nada? Será que você não apreendeu a enxergar a vida com outra óptica? Tudo, absolutamente tudo que aconteceu comigo e com você, seja de bom ou ruim, foi crescimento, é amadurecimento. A cada dia que passa vamos apreendendo com essas situações, tirando lições e revendo nossos conceitos, de forma que cada situação é uma nova lição nessa escola que se chama VIDA.

Lembre-se disso: Um Ano Novo cheio de realizações!


Pr Luiz carlos santos